Carta à mulher que descobriu que será mãe

 

Prezada amiga,

Esse texto é especialmente para você, que acabou de fazer um teste de gravidez e recebeu o resultado positivo. Talvez você nem estivesse planejando. Talvez sua vida não esteja preparada para esse momento. E, mesmo que seja algo muito esperado, você deve estar com uma mistura de sentimentos, que envolve medo, euforia, melancolia, felicidade e ansiedade (não necessariamente todos com o mesmo peso). Você receberá centenas de parabéns nas próximas semanas, enquanto você ainda estará processando a informação de que está grávida e que será mãe em alguns meses.

Saiba que serão meses intensos, nos quais as mudanças físicas acompanharão as mudanças no seu próprio projeto de vida. Onde terei o bebê? Como adapto à casa para meu filho? Como cuido de um recém-nascido? Se tenho um companheiro, como será a vida a três? Se não tenho, como seremos nós dois?

Não se preocupe, pois tudo que parece difícil de ser solucionado, será resolvido. Arrumamos espaço nas gavetas, tempo na agenda, aprendemos a diferença entre culote e pagão, conheceremos as marcas e modelos dos carrinhos de bebê.

Saiba também que um bebê precisa de muito menos do que nos fazem acreditar. Então, se você se esquecer de algo ou não tiver tempo de preparar certos detalhes, estará tudo bem! Mas você também irá se divertir com todos os preparativos e arrumará dezenas de vezes as pequenas peças de roupas de diferentes formas, somente imaginando como será esse serzinho que as vestirá.

A gravidez será o momento de se reconstruir. Livre-se daquilo que não usa! Arrume seu armário! Pegue tudo aquilo que você tem como crenças relacionadas à maternidade e todos os seus conhecimentos e reflita. Olhe para outras possibilidades. Dispa-se de ideias pré-estabelecidas. Assista Renascimento do Parto. Leia Bésame Mucho. Participe de rodas de conversa com outras gestantes, com puérperas! Esteja próxima dos seus pares. Ouse pensar que a dor do parto é algo possível e suportável, mesmo que opte pela cesárea. A escolha é sua. O corpo é seu e ele é capaz de parir. Informe-se das reais justificativas para se ter um bebê por meio de uma cirurgia. Empodere-se.

Lembre-se, também, de que o final dessa história não é o parto. Ele é só o começo. Busque muitas informações sobre amamentação. Veja bebês mamando, conheça histórias que deram certo (porque, provavelmente, só te contarão tragédias). Se for o seu desejo, prepare-se para amamentar o seu filho. E esse preparo nada mais é do que informação. Não precisa de massagem, banho com bucha ou produtos.

Você, grávida, não estará mais sozinha! Tente guardar na memória a sensação de uma vida sem o filho, porque, em breve, ele ocupará tanto espaço, tempo e amor, que você não conseguirá mais se ver sem ele.

Ah… E saiba que o arrependimento e aquela dúvida se tomou a melhor decisão são naturais e comuns. Só que não costumamos sair por aí falando essas coisas porque não fazem parte do protocolo social da grávida feliz. Mas não se culpe! Você não o amará menos ou será uma pior mãe por esses motivos. E, em algum momento (ou alguns), todas sentimos isso. Busque seus apoios, porque gravidez e maternidade são muito mais fáceis quando não são sinônimos de solidão.

Estranhamente, o medo de ter um bebê somente não será maior do medo de não tê-lo. Mas não deixe que esse sentimento boicote as surpresas e as particularidades de ser uma grávida. Admire seu corpo. Exiba sua barriga, mesmo quando nem se percebe que ali tem um bebê. Curta a preguiça dos primeiros meses. Acredite nos desejos de comer algo. Você está vivendo a transformação mais mágica que o corpo da mulher é capaz: você está gerando um bebê! E esse bebê está gerando uma mãe! E ele realmente te amará da forma mais sincera e pura!

Seja bem-vinda à aventura da maternidade!

Anúncios


Categorias:Falando um Pouco Sobre...

Tags:, , , , ,

Comente esse post! Vamos gostar de ler sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: