Será que, agora, as salsichas sairão do menu infantil e dos restaurantes escolares?

Por Viviane Laudelino Vieira

Na semana passada, o Maternidade Sem Neura publicou uma crítica ao restaurante Chácara Turma da Mônica. Um dos motivos estava relacionado à promoção de alimentos processados de uma marca de alimentos. Ontem, no dia 26 de outubro, a Agência Internacional de Investigação de Câncer (IARC), da OMS, publicou no Lancet importantes  resultados sobre o poder cancerígeno ligado ao consumo de carnes processadas. 

  
 O consumo diário de 50 gramas de carne processada aumenta em 18% o risco de desenvolvimento de câncer colorretal e no estômago, sob o mais alto nível de evidência que existe relacionado à investigação científica. Também há fortes indícios de que o consumo elevado de carnes vermelhas (acima de 200 gramas por dia) também apresenta potencial cancerígeno.

E você sabe o que são carnes processadas? São todos os tipos de carne (não somente as carnes vermelhas) que são transformados por meio da adição de sal, defumação, fermentação ou curagem, que resultam na formação de compostos nitrosos e/ou de hidrocarbonetos aromáticos policíclicos. O processamento visa melhorar sabor, aparência e, principalmente, a conservação das carnes. Exemplos de carnes processadas são presuntos, salames, mortadelas, salsichas, hambúrgueres, bacon e linguicas.

O que merece receber destaque é que muitos desses alimentos são dados para crianças e, inclusive, bebês, considerando-os como alimentos infantis. Quem nunca viu, em um restaurante, a sugestão do menu infantil como sendo o hambúrguer. Ou escolas, inclusive particulares, dando salsicha no almoço e sanduíches de queijo com presunto (ou o “queridinho” peito de peru) nos lanches?

É mais do que hora de rever isso! Alimentos infantis não podem ter o poder de provocar câncer de forma tão deliberada. Mesmo que uma criança não atinja a quantidade de 50g diárias, estaremos estimulando que, quando adulta, tenha por hábito incluir esses alimentos na sua rotina.

Se você gosta da página do Maternidade Sem Neura, vote aqui!!! Vamos ampliar cada vez mais a discussão sobre a importância da maternidade e da infância!

  

Anúncios


Categorias:Falando um Pouco Sobre...

Tags:, ,

Comente esse post! Vamos gostar de ler sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: