Como a gestante se prepara para amamentar?

O preparo da amamentação começa com a gestação. Aqui, apresento algumas formas importantes para auxiliar a futura mãe a amamentar em livre demanda e exclusivamente até os seis primeiros meses do bebê.

amamentacao-dente-300x206

  1. A forma mais importante para você se preparar para a amamentação é buscar INFORMAÇÃO. Procure sobre a Importância do aleitamento materno para a mãe e para o bebê, os riscos do aleitamento artificial, os tipos leite, hormônios da lactação, como ajudar o bebê a fazer uma boa pega e posições para amamentação. Não existe etapa mais importante do que essa! Uma mulher preparada e confiante terá muito mais facilidade para conseguir amamentar de forma mais tranquila e, se eventualmente tiver alguma dificuldade, terá condições de buscar ajuda. Existem diversos filmes, documentários e livros sobre amamentação.

Veja:

Filme “Amamentação Sem Mistério” – GAMA

Livro “A Arte de Amamentar” – Karen Pryor

Livro “Amamentação: bases científicas” – Carvalho e Tavares

Site: www.amamentação.com

Site: http://www.ibfan.org.br/

  1. Participe de grupos de gestantes e, também, de amamentação. Estar junto a pessoas que estão vivenciando o mesmo período também dá segurança e, inclusive, observar mães que já estão amamentando, dá um pouco mais de experiência à gestante. Muitas vezes, a mulher começa a amamentar sem nunca ter observado uma amamentação com detalhes. No nosso blog, sugerimos alguns grupos de gestantes, mas existem tantos outros.
  2. Conheça uma rede de apoio para amamentação. Bancos de leite humano estão espalhados por todo país e são locais que auxiliam no processo de amamentação. O Matrice também apoia gestantes e mulheres que amamentam e promove encontros na Casa do Brincar. Hoje, também existem diversos profissionais que se especializam em amamentação, tornando-se consultores. Nesse caso, ele irá até a residência da mãe auxiliar no manejo da amamentação, ou seja, auxiliá-la a contornar as dificuldades que está encontrando. O Maternidade Sem Neura faz esse trabalho. O Grupo Virtual de Amamentação (GVA) está no Facebook e também faz um apoio às mães
  3. Ter um acompanhamento de pré-natal que te deixe segura. Uma boa equipe de saúde irá acompanhar a evolução da gestação, mas também fazer uma avaliação e apoio relativo à amamentação. Independentemente do tipo de mamilo da mulher, ela é capaz de amamentar, mas identificando um sinal de atenção antes, pode-se prevenir que ela se desgaste quando o bebê nascer.


Esses são pontos muito importantes que vão ajudar qualquer mulher! Receitas caseiras devem ser vistas com muito cuidado porque, além de não terem nenhum efeito comprovado, podem machucar os mamilos. E, não se esqueça, tranquilidade e confiança são os melhores estímulos para você!

Anúncios


Categorias:Falando um Pouco Sobre...

Tags:,

2 respostas

Trackbacks

  1. Esse não é um texto contra as mães que não amamentam |
  2. Desafios da amamentação: o leite que não desce

Comente esse post! Vamos gostar de ler sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: