Cinematerna

image

História
Em um grupo de discussão sobre parto humanizado e maternidade ativa pela internet, um dia, uma das mães conta que sente saudades de ir ao cinema depois do nascimento do primeiro filho.
As mães se organizam e dez delas – com seus bebês – “invadem” uma sala de cinema em São Paulo. Era fevereiro de 2008.
O sucesso da primeira empreitada dá início a encontros semanais no cinema, seguidos de bate-papo num café, em meio à amamentação e trocas de fraldas. As mães retomam sua vida cultural e trocam experiências sobre a maternidade.
Passados alguns meses, o grupo lança a primeira sessão amigável para bebês, acolhido por uma rede de cinemas, que reconhece o valor da iniciativa.
Nasce oficialmente, em agosto de 2008, o CineMaterna.
No dia 26, é fundada a Associação CineMaterna.

Esta empresa social, sem fins lucrativos, compromete-se com as seguintes metas:
• Resgate social da puérpera (mãe de um recém-nascido) através da cultura;
• Incentivar a troca de experiências entre mulheres sobre as diversas questões da maternidade, sempre com o intuito de difundir a cultura;
• Promoção da segurança alimentar e nutricional.

O CineMaterna é feito para quem?

O CineMaterna organiza sessões especiais de cinema para mães com bebês de até 18 meses. Papais e acompanhantes são sempre bem-vindos. Os filmes exibidos em geral são de temática adulta – portanto, entretenimento para mães e pais, mas em ambiente especialmente preparado para os bebês.
Seu bebê já não é mais tão bebê assim? Atenção à classificação indicativa do filme exibido: quanto mais o seu filhote se aproxima dos 18 meses, maiores as chances de ele entender trechos do que rola na telona.
Onde acontece?

As sessões acontecem em diversas cidades do Brasil. As datas dos encontros programados para todo o ano estão disponíveis aqui. Você também pode se cadastrar para receber avisos diretamente no seu e-mail, votar nos filmes que quer assistir e ficar por dentro das promoções.
Que tal?
Para participar do CineMaterna, basta ir ao cinema no dia e hora da sessão. Bebês não pagam ingresso. Já as entradas da mãe, pai e demais acompanhantes são vendidas pelo cinema parceiro. Normalmente não é preciso reservar lugares.

Como acontece?

Acolher com todo conforto é o compromisso do CineMaterna. Uma equipe de facilitadoras, também mães, está em todas as sessões para receber, conduzir e auxiliar as famílias em que precisarem.

A programação pode ser acessada aqui!

Avaliacao: Antes de ter a Manu, ia ao cinema sempre, sem me incomodar de ir, inclusive, sozinha. Aliás, adorava. Assim que ela nasceu, assistir a um filme virou algo quase impossível é ir ao cinema sozinha, não aconteceu mais. Assim que ela completou 4 meses, me arrisquei no Cinematerna, morrendo de medo do que poderia acontecer. Imaginava que perderia o controle da minha filha durante a sessão e sairia de fininho. E foi uma surpresa! Com essa idade, fiquei a sessão inteira no banco tranquilamente.vela mamava ou dormia. Depois da primeira, perdi as constas de quantos filmes assisti. Mas, conforme vai crescendo, a situação vai demorando. Acho que na 3a sessão em diante, já optava por sentar no chão junto ao tspetinho com brinquedos que as voluntárias deixam estrategicamente para isso. Levava comidas práticos, mais alguns brinquedos e assistia um pouco e corria atrás dela outro pouco. Mas era muito divertido e totalmente possível. Dá saudades! Gosto muito das sessões do Bourbon e do Frei Caneca. Nunca fui aos sábados, mas acho que deve ser bem lotado…

Anúncios


Categorias:Nós recomendamos - Eventos e Atividades

Tags:, ,

Comente esse post! Vamos gostar de ler sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: